Google+

A importância do briefing para o sucesso do vídeo institucional

Todo vídeo institucional começa com uma noção geral do que deve ser realizado. Essa ideia inicial deve ser desenvolvida, pensando, a princípio, nas possibilidades de público, formato, abordagem e divulgação, como foi abordado no texto Estratégias para produzir um bom vídeo para sua empresa. Depois de trabalhar bastante no brainstorming, a proposta se torna uma campanha institucional. Dali, para começar a executar esse plano, é preciso passar para a produtora de vídeo um briefing que consiste, normalmente, em informações mais concretas sobre o projeto.

O briefing é a ferramenta mais importante que você cede à produtora para desenvolver a sua ideia. É a base na qual a produtora vai começar todo o trabalho e onde você terá a oportunidade de deixar explícito o que pretende realizar com essa campanha.

Um briefing impreciso e incompleto acaba comprometendo a qualidade do trabalho, provocando até mesmo atrasos na produção. Por exemplo, se não fica claro que o vídeo deveria ser filmado a 60 fps, para uma possível cena de slow motion, a captação pode ter sido feita com uma câmera diferente (que trabalha a 30 fps), o que coloca em risco o resultado final do projeto. Para ajudar você a fazer um briefing com as informações mais importantes, fizemos uma checklist que você pode imprimir e utilizar para a execução das futuras ideias.

Briefing para vídeo

VEJA TAMBÉM: Como o storytelling pode ajudar o seu vídeo

Dicas de como elaborar um briefing para vídeo

Organizar as informações é mais simples do que muitas pessoas pensam. Responder às perguntas de cada um desses tópicos pode ajudar muito na construção do seu briefing:

Fazer uma lista do que você faz questão que esteja no vídeo: o que não pode faltar nas imagens? Temos elementos no cenário? Vai ter logo, marca d’água, etc?

Objetivos e metas do vídeo: vai apresentar um produto? Ou uma empresa? Instruir funcionários? Treinar os alunos? Engajamento nas redes sociais? Impactar um target definido que já tem uma linguagem específica?

Formatos possíveis: vai ser exclusivo para internet? Vai estar na TV? Vai ser multimídia?

Locações: terá captação de cenas de uma feira, por exemplo? Uma palestra? Depoimentos de pessoas na rua? Tudo será feito em estúdio?

Orçamento e prazos: já imagina quanto quer gastar ou prefere fazer uma concorrência para estipular o valor? Em quanto tempo você precisa do vídeo pronto?

Definir o público-alvo: quem você deve atingir? A narrativa do vídeo depende muito de quem vai assistir, por isso, é necessário saber desde o início quem é o público-alvo. Falamos disso na matéria citada no início deste artigo, vale a pena estar com a estratégia em mãos na hora de fazer o briefing.

Material disponível: sabe aquela lista que você fez ali no começo? Não se esqueça de disponibilizar tudo o que a produtora precisa, além de organizar a produção do que ainda não foi criado, mas que será usado no vídeo. Conta muito também se certificar de que o material está atualizado antes de deixar à disposição da produtora.

Estilo de abordagem: você quer que o vídeo tenha um tom mais amigável, ou que seja bem comercial? Essa abordagem e toda a identidade visual do vídeo vão depender do que você deixar explícito no briefing.

Dúvidas e exclusões: deixe bem claro aquilo que ainda está em aberto, ou que precisa ser visto com cautela – elementos que ainda não tem certeza de que quer ter no vídeo, mas que podem ser experimentados. Muitas vezes, algo não poderia estar de jeito nenhum no vídeo, mas ninguém avisou, e isso faz com que o material seja desperdiçado. Ter um contato designado para eventuais perguntas da produtora, ou até alguém trabalhando lado a lado com ela, para trocar ideias e manter a comunicação, faz toda a diferença para o bom resultado do projeto.

Estratégia em desenvolvimento: pense na produtora como parte do time e conte com ela para desenhar a estratégia que será feita para divulgação do vídeo, isso ajuda em questões como: making of, trilha sonora, utilização de narradores, etc. O material pode ganhar diversas edições, por exemplo, caso você queira fazer ads em True View (aquele ad que aparece antes de alguns vídeos do YouTube, que você opta por ver ou não depois de 5 segundos).

VEJA TAMBÉM: O poder dos vídeos institucionais

Um bom vídeo institucional exige muita pesquisa

Quando se trata de um vídeo, os detalhes fazem a diferença. Por isso, é sempre importante fazer uma pesquisa, mesmo que rápida, sobre as tendências. O próprio Google pode ajudar com muitas informações. Também é importante revisar com pessoas da equipe antes de enviar o briefing do vídeo para a produtora.

Às vezes, um detalhe pode acabar passando despercebido. Com um briefing completo, contudo, tudo pode ser resolvido antes mesmo de começar a produção. Por exemplo, se o seu público-alvo são pessoas jovens que assistem vídeos no celular, não é recomendável fazer um vídeo com som baixo e sutil, ou em HD que não pode carregar rápido com uma conexão 3G, ou até mesmo pensar o tamanho do texto na tela, que pode praticamente sumir dependendo do tamanho do dispositivo.

Essas e outras soluções serão pensadas por uma produtora experiente, tendo como base o briefing enviado. Entendendo a importância do briefing, a empresa também fica ciente sobre a ordem de execução de cada processo, os riscos e as possibilidades. O trabalho pode superar as expectativas e se tornar referência, quando bem entendido e executado.

Conte com a nossa produtora de vídeo

Garantir a alta qualidade de uma campanha feita a partir do seu briefing só é possível com uma equipe expert. O vídeo institucional depende de pessoas que sabem trabalhar com os recursos certos para ficar bom, por isso, conte com a Ludovic para fazer um projeto excepcional. Trabalharemos lado a lado para que o resultado seja um sucesso.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:
O roteiro como peça-chave para o sucesso dos vídeos institucionais
— Vídeo para YouTube: por que essa ferramenta é tão importante para o seu negócio?
— Vídeo comunicação: conquiste o seu cliente interno

Copyright © Ludovic Produções. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo deste site.