Google+

Dispositivos móveis: nada foi como antes no Salão do Automóvel 2016

Trabalhamos no Salão do Automóvel, acompanhando a Audi e os estandes montados pela GTM Cenografia. Em apenas dois anos, desde a última edição em 2014, ainda no Anhembi, notamos uma grande diferença na forma de comunicação dos expositores e participantes do evento.

Uso de dispositivos móveis no Salão do Automóvel 2016Agora tudo está mais real time, engajado e feito por dispositivos pequenos. Câmeras menores, poucos equipamentos grandes, muito conteúdo sendo feito em smartphones e grande utilização de gimbals.

Para quem não sabe, uma gimbal é um acessório com motores internos que permitem deixar um objeto (câmera ou smartphone) perfeitamente nivelado no plano horizontal. Isso significa que o plano gravado continua firme e sem desníveis, mesmo com movimentos e vibrações.

VEJA TAMBÉM: Conheça alguns trabalhos realizados pela Ludovic no SdA

Dispositivos móveis: de olho no engajamento orgânico no Salão do Automóvel

Os dispositivos móveis tomaram conta, tanto pela facilidade de transmissão quanto de locomoção. Com recursos online, qualquer pessoa podia ter acesso ao que estava rolando no Salão do Automóvel em tempo real. Essa facilidade da distribuição do conteúdo promoveu muito mais engajamento nesta edição, que contou com ações criativas por parte das montadoras e das agências, como o Bob Burnquist andando de skate e saltando por cima de um Audi em pleno estande.

Diversos formatos para cada mídia social

Diversos formatos para cada mídia socialA diferença, contudo, não aconteceu somente nas tecnologias móveis, mas nos formatos dos conteúdos disponibilizados na rede – desde gifs animados, fotografias, vídeos curtos para o Instagram, streaming para o Facebook e Twitter, e muito mais. Outro destaque também foi para o trabalho dos vloggers no YouTube, com especialistas falando sobre os lançamentos e youtubers famosos marcando presença no local. Não houve uma mídia social que foi esquecida neste Salão do Automóvel, cuja hashtag #nadaseracomoantes já prenunciava todas essas mudanças.

Certamente, o marketing em tempo real deu o tom no Salão do Automóvel 2016. Por todo o local, era possível ver hashtags estimulando o compartilhamento do público.

A tecnologia e a conectividade invadiram o Salão do Automóvel 2016 também nos modelos dos carros apresentados. Os veículos estão cada vez mais conectados e inovadores, seguindo a exigência do público. Mal podemos esperar o que vem pela frente, na próxima edição. Quem sabe, uma transmissão ao vivo direto de um carro controlado por smartphone? É esperar para ver!

RECOMENDADO PARA VOCÊ:
Diário de Bordo: a Ludovic no SdA 2016
— Video case: Toyota do Brasil, Aktuellmix e GTM no SdA 2014